Controle Biológico


A utilização constante dos agrotóxicos promove redução não só das pragas mas também dos organismos benéficos, fazendo com que cada vez mais o agricultor seja dependente dos produtos químicos.
Com isto a própria praga pode adquirir resistência, ficando muito difícil de ser controlada, obrigando o agricultor a mudar de produto, aumentar a dose ou até mesmo misturar ou usar produtos ainda mais tóxicos.
Esses químicos não só são tóxicos para a praga, mas são também perigosos para o homem, os animais domésticos e silvestres e, para a natureza como um todo, podendo deixar resíduos tóxicos nos alimentos ou na água.

Para evitar todos esses problemas acarretados pelos agrotóxicos, serão necessárias novas medidas de controle que, dependendo do grau de uso dos produtos químicos, só terão efeito eficaz a médio ou longo prazo.
A alternativa mais eficiente de controle das pragas ao alcance de todo produtor é o Controle Biológico que, em sua essência, pode ser considerado como o uso de organismos vivos para manter a população de determinada praga em equilíbrio no agrossistema, de modo a não ocasionar danos econômicos.


Predadores eficientes: crisopídeos e joaninhas


Existem na natureza vários organismos benéficos, também chamados de inimigos naturais, que utilizam para sua sobrevivência os insetos-pragas. Pássaros, aves, aranhas, insetos, fungos, bactérias e vírus tem papel importante no controle de pragas. É o que denominamos de Controle Biológico Natural.

Outro tipo de controle é o Controle Biológico Aplicado (CBA) que consiste na introdução e manipulação de inimigos naturais pelo homem para controlar a praga. O Controle Biológico Aplicado só é possível graças às técnicas de criação destes inimigos naturais em laboratórios. A vespa Trichogramma parasita os ovos de inúmeras espécies de praga da ordem Lepidoptera (Ex.: Mariposas). Os parasitóides de ovos apresentam como principal vantagem a possibilidade de controlar a praga antes que sejam causados danos à cultura.

A vespa Cotesia flavipes parasita a lagarta da broca da cana-de-açúcar. Como é parasitóide da fase larval da praga, é vantajosa na aplicação em áreas onde a lagarta já está presente e causando danos à cultura.


Trichogramma e Cotesia são os parasitóides mais utilizados em programas de Controle Biológico

: Principal .. Controle Biológico .. Cotesia .. Trichogramma .. Anagasta :